...


  

Evolução do pensamento filosófico de Antero de Quental: I, A actividade de Antero de Quental perante o cristianismo e o seu conceito de religião. in «Brotéria: série mensal», Lisboa, 24, 1937, p. 63-74.


Evolução do pensamento filosófico de Antero de Quental: II, As correntes desen­contradas do pensamento de Antero de Quental. in «Brotéria: série mensal», Lisboa, 24, 1937, p. 152-162


Evolução do pensamento filosófico de Antero de Quental: III, Do pessimismo ao realismo intuicionista. in «Brotéria: série mensal», Lisboa, 24, 1937, p. 272-282.

  

Evolução do pensamento filosófico de Antero de Quental: IV, A metafísica. in «Brotéria: série mensal» , Lisboa, 24, 1937, p. 527-544.


Haverá um optimismo cristão. in «Brotéria: série mensal», Lisboa, 25, 1937, p. 194-204.


O problema do mal e o optimismo cristão. in «Brotéria: série mensal», Lisboa,  25, 1937, p. 541- 559.


A polémica de S. Tomás com o averroísmo latino. in «Brotéria: série mensal», Lisboa, 27 (6), Dez. 1938, p. 532-541.


O valor da metafísica: à margem duma entrevista. in «Brotéria: Revista Contempo­rânea de Cultura», Lisboa, 27 (4), Out. 1938, p. 241-251.


O classicismo e a «Escola Nova» poética. in «Brotéria: Revista Contemporânea de Cultura», Lisboa, 28 (5) Maio, 1939, p. 550-560.


«Consciência». in «Brotéria: Revista contemporânea de Cultura», Lisboa, 29 (6), Dez. ,1939, p. 527-532.


Diletantismo trágico no pensamento moderno. in «Brotéria: série mensal», Lisboa, 28 (4), Abr., 1939, p. 411-425.


Filosofia dos valores e tomismo. in «Brotéria: Revista Contemporânea de Cultura», Lisboa, 28 (6), Jun. , 1939, p. 605-610.


Uma vida que não passa ... in «Brotéria: Revista Contemporânea de Cultura», Lisboa, 29 (4), Out. 1939, p. 313-319.


Trilogia de Alfredo Cortês: «Tá-mar», «Saias», «Bâton». in «Brotéria: Revista Contem­porânea de  Cultura», Lisboa, 30 (4), Abr. 1940, p.  444-456.


Os jesuítas e o ensino secundário: lição do passado ... in «Brotéria: Revista Contempo­rânea de Cultura», Lisboa, 31 (5), Nov., 1940, p. 476-486.


O anterismo filosófico: no centenário do nascimento do poeta. in «Brotéria: Revista Contemporânea de  Cultura», Lisboa, 32 (1), Jan. 1941, p. 59-66.

  

Nótulas de estética camoneana: os Lusíadas como epopeia. in «Brotéria: Revista Contem­porânea de Cultura», Lisboa, 32 (10), Maio 1941, p. 486-502.


À margem do «Vocabulário Ortográfico da Língua Portuguesa». in «Brotéria: Revista Contemporânea de Cultura», Lisboa,  33 (2-3), Ago.-Set. 1941, p. 151-156.


O problema vital de Antero. in «Brotéria: Revista Contemporânea  de Cultura», Lisboa, 34 (4), Abr. 1942, p. 361-369.


Introdução à leitura de Petrarca. in «Brotéria: Revista Contemporânea de Cultura», Lisboa, 36 (4), Abr. 1943, p. 388-397.


Notas de economia. in «Brotéria : Revista Contemporânea de Cultura», Lisboa, 45 (2-3), Julh. 1947, p. 209-217.


Notas de economia . in «Brotéria : Revista Contemporânea de Cultura», Lisboa, 45 (4), Out. 1947, p. 373-384.


Notas de economia. in «Brotéria: Revista Contemporânea de Cultura», Lisboa, 45 (5), Nov. 1947, p. 491-499.


A actual política económica da URSS. in «Brotéria: Revista Contemporânea de Cultura», Lisboa, 46 (5) Maio, 1948, p. 549-553.


A propósito da XXII Feira Internacional de Bruxelas. in «Brotéria: Revista Contempo­rânea de Cultura», Lisboa, 47 (1), Jul. 1948, p. 65-71.


O factor humano e o progresso industrial em Portugal.  in «Brotéria: Revista Contem­porânea  de Cultura», Lisboa, 47 (2-3), Ago.-Set. 1948, p. 144-151.


Ensino da ética na tradição cultural de Coimbra e Évora. in «Brotéria: Revista Contemporânea de Cultura », Lisboa, 74 (3), Mar. 1962, p. 262-269.


O agostinismo político no « Speculum Regum » de Álvaro Pais. in «Brotéria: Revista Contemporânea de Cultura», Lisboa, 79 (2-3), Ago.-Set. 1964, p. 141-147.

(Também publicado em «Bracara Augusta». Braga, 18/19 (41/42), Jan.-Dez . 1965, p. 312-318.)


Cultura, participação e desenvolvimento . in «Brotéria: Revista Contemporânea de Cultura», Lisboa, 101 (10-11-12), Out.-Nov.-Dez. 1975, p. 317-330.

(Também publicado  por: Braga, Universidade do Minho, 1979.)


Concepção e direitos dos povos descobertos segundo a doutrina peninsular. in «Brotéria: Revista Contemporânea de Cultura»,  Lisboa, 117 (4) Out. 1983, p.  299-309.


Antero de Quental e a filosofia   do seu tempo. in «Brotéria: cultura e informação», Lisboa, 133 (6), Dez. 1991, p. 483-490.

(Também publicado em CONGRESSO INTERNACIONAL ANTERIANO, Ponta Delgada, 1991- «Actas», Ponta Delgada, Universidade dos Açores, 1993, p. 733-740.)


©2014  Biblioteca Lúcio Craveiro  da Silva .Todos os Direitos Reservados. Proibida a reprodução do todo ou em  parte deste Website. Voltar
Ficha Técnica Artigos em Revista Broteria Alternar para modo Gráfico Voltar